REVIEW Produtos FRUUT

IMG_4322

Há uns meses atrás fui contactado pela marca Fruut, com a finalidade de provar os seus produtos e dar o meu feedback em relação aos mesmos. Portanto, aqui vai.

Para quem não sabe, os snacks da Fruut são constituídos por fatias crocantes de maçã / pêra portuguesa desidratada, 100% naturais, sem glúten, sem adição de açúcar, e sem corantes ou conservantes. Portanto, para quem costuma fazer snacks, esta poderá ser uma alternativa mais saudável do que aquelas que muita gente ainda costuma fazer (sandes, bolos ou torradas).

Dos três sabores que experimentei até ao momento (que podem ver na foto), aquele que mais gostei foi o de canela exótica, mas isso é porque adoro canela e utilizo a canela para quase todas as minhas refeições – aliás a canela é um dos ingredientes que nunca falta cá em casa! Os outros sabores também são muito bons (e gulosos), portanto o problema é mesmo controlar a dose que se come.

Em relação à sua composição nutricional, podemos verificar que estes snacks têm uma grande percentagem de açúcar (como não seria de esperar outra coisa), pelo que, na minha opinião, só merece comer estes snacks aquelas pessoas que já estão num estado metabólico normal (i.e. magras e saudáveis) e/ou que fazem algum tipo de exercício físico vigoroso com alguma frequência.

Desculpem-me a franqueza mas quem passa o dia sentado no computador, e que ainda não percebeu que o treino ou o exercício físico NĀO É algo secundário na sua vida, o melhor é nem começar a comer snacks e beber água apenas – o seu corpo vai agradecer. Ou então, poderá sempre tentar comer “em moderação”, se achar que isso lhe vai trazer felicidade e equilíbrio emocional à sua vida.

Apesar destes snacks serem relativamente saudáveis, se compararmos com sandes, torradas ou com o pastel de nata que você come ao lanche mais o sumo de laranja recém-espremido, estas são as minhas recomendações gerais para futuros e/ou actuais consumidores:

1) Pessoas obesas ou com síndrome metabólica não devem comer estes snacks – só poderão comer depois de regularem o seu metabolismo, isto é, estas pessoas precisam de emagrecer em primeiro lugar;

2) Pessoas magras (sedentárias) podem comer estes snacks em pequenas doses, o problema principal delas não é o consumo deste snacks – mas sim o facto de serem SEDENTÁRIAS!;

3) Pessoas magras (saudáveis) podem comer estes snacks de vez em quando – o seu metabolismo tem margem de manobra para se darem a esse luxo. Aquelas que treinam de forma intensa e que têm mais massa muscular têm maior tolerância ainda, se bem que nunca será boa ideia abusar. “Ah, então se treinar de forma mais intensa, posso comer mais doces, certo?” Resposta curta: a ideia não é treinar para comer mais doces, a ideia é treinar para ficar melhor! Se você pretende uma resposta mais longa, este artigo é capaz de ser útil: Ainda Faz Exercício para Queimar Calorias?

4) Pessoas que já não fazem snacks, que comem de forma equilibrada em todas as refeições principais e que pretendem otimizar a sua saúde e performance, não precisam de começar a fazer snacks.

E pronto, aqui está o meu feedback em relação a estes produtos, espero que tenha sido útil.

Até breve e bons treinos!

7 thoughts on “REVIEW Produtos FRUUT

  1. Boa tarde Pedro,

    Já que o assunto é ‘snacks de fruta’, deixo a minha duvida..
    Qual a sua opinião sobre a marmelada? Compro uma do celeiro, que supostamente é mais saudável. Adoro e como quase diariamente, mas não sei até que ponto (me) fará bem.

    Cumprimentos,
    JC

  2. Boa tarde prof Pedro

    Queria perguntar, não sei se é o sitio correto, batidos pré-treino e pós-treino
    Ouvi uma receita de um PT que juntava morangos, aveia, sementes de sésamo, iogurte grego light natural, um ovo cru, e um fio de azeite, misturava tudo e bebia-se antes do treino, para depois do treino igual, mas sem a aveia.
    Eu queria saber se é uma boa receita, ou não.
    Também ouvi dizer que depois do treino uma “papa” de banana com cajus (ou amendoins), também era bom e mais natural.
    Caso queira deixar alguma sugestão agradeço.

    Cumprimentos
    Sílvio Aguiar

    • Olá Sílvio,

      Não existe iogurte grego natural “light”, o iogurte na sua forma natural tem que ter gordura.

      O fundamental é juntar uma fonte de proteína de boa qualidade no pós-treino, se quiser adicionar outras coisas fica a seu critério. Não recomendo fontes de gordura, a não ser que o objetivo seja aumentar de peso.

      Cumprimentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s