Sobre Mim

“Your vision will become clear only when you look into your heart…He who looks outside, dreams. He who looks inside, awakens.” – Carl Jung

Olá a todos, o meu nome é Pedro Correia e nasci no Funchal, na belíssima ilha da Madeira.

Sempre fui um grande apaixonado pelo desporto, enquanto atleta pratiquei natação e ainda cheguei a fazer uma pequena incursão no polo aquático. Ao longo da minha trajetória desportiva na natação consegui obter algumas classificações de destaque mas nada que se compare com o Michael Phelps🙂.

Em 2003, como não podia deixar de ser, concluí a minha licenciatura em Educação Física e Desporto – Ramo Gestão do Desporto e nesse mesmo ano iniciei a minha carreira profissional no…golfe, algo que nunca me tinha passado pela cabeça, mas que acabou por tornar-se mais ou menos importante.

Trabalhei durante alguns anos como Diretor Desportivo e Coordenador da Escola de Golfe do Clube de Golf Santo da Serra (Madeira, Portugal) e antes de mudar-me para Barcelona, trabalhava como Coordenador da Escola Nacional Joaquín Blume na Real Federación Española de Golf, em Madrid.

Em Barcelona, trabalhei como Director dos Sistemas de Treino e Educação de um Sports & Golf Performance Center, um Centro Desportivo pioneiro na Europa com serviços de alto rendimento para toda a população (atletas e pessoas comuns).

A minha experiência como atleta na natação, como profissional nas organizações acima referidas, a minha vontade em empreender novos projetos e toda a formação que adquiri ao longo destes últimos anos, foram determinantes para entender os componentes que faltavam, quando pretendemos desenvolver programas de treino adequados para jovens e adultos.

Em 2011, tive a oportunidade de treinar e estudar em alguns dos melhores Centros Deportivos e Ginásios dos EUA (Athletes Performance, Mike Boyle Strength & Conditioning, Titleist Performance Institute, Parisi Speed School e Results Fitness) e foi esta experiência fascinante e inesquecível que marcou o início de uma jornada para a excelência no domínio do rendimento desportivo e pessoal.

Com este blog, pretendo partilhar, através de uma linguagem clara e compreensiva, as minhas experiências e pensamentos sobre os mais variados aspectos que influenciam o rendimento, tendo como base a ciência e alguns dos estudos mais recentes que têm vindo a ser efetuados na área da saúde e do treino desportivo.

Decidi criar este blog porque estabeleci como missão dedicar-me a ajudar todas as pessoas que querem melhorar a sua performance não só no desporto, mas também em qualquer atividade da sua vida, sempre sob uma perspectiva holística que inclui movimento, nutrição, mentalidade e regeneração.

Através de uma compreensão adequada do movimento humano e de um forte desejo em aprender todos os dias, o meu objetivo é dotar as pessoas de capacidades para atingir os seus objetivos e para superar o seu potencial de uma forma feliz e sustentável.

Os vossos comentários / sugestões, sejam para elogiar, criticar (de forma construtiva) ou acrescentar algo relevante serão sempre bem-vindos.

Espero que gostem e que vejam alguma utilidade nos conteúdos aqui abordados.

Um abraço,

Pedro Correia

PS – Se ainda não repararam tenho também um site, onde podem consultar mais informações sobre a minha filosofia e os meus serviços.

105 thoughts on “Sobre Mim

  1. Olá Pedro,

    Muitos parabéns pela iniciativa e arrojo profissional e pessoal que sempre demonstraste possuir, e que visivelmente continuas e continuarás a ter.

    Esta é uma forma muito fácil e objetiva de ter acesso a muitos conteúdos nesta área, e com o tempo poderei analisá-la mais ao pormenor.

    Parabéns e um grande abraço!

    Paulo Melim

  2. Caro Pedro, não estou nada surpreendido com o todo o trabalho que aqui apresentas, pois conheço o teu valor profissinal, a partir de hoje serei um seguidor assíduo do teu Blog.

    Um Grande Abraço,

    Celso Bettencourt

  3. Parabéns Pedro pela partilha, sempre com idéias e abordagens novas de inegável interesse e actualidade. Sigo com muita atenção o teu blog e cada novo artigo tem sempre a particularidade de me surpreender e de me fazer pensar.
    Continua o excelente trabalho e aceita o meu cumprimento,
    Rui Ralha

  4. Olá Pedro

    Sou mais um dos muitos seguidores do teu blog e tal como tu um apaixonado pelo desporto.

    Nos dias que correm é dificil fazer uma triagem sobre a informação disponivel na internet, como tal, a tua experiência seria sériamente apreciada num tema sobre o qual ainda sou algo céptico – Intermitent Fasting.

    Se possivel, gostaria de partilhar um documento contigo e saber de tua justiça.

    Cumprimentos e continua com o excelente trabalho!

    • Obrigado pelos comentários Rui. Já li sobre isso (nao sei se se refere a este documento http://www.precisionnutrition.com/intermittent-fasting) e estou mais ou menos a par dos potenciais benefícios de fazer esse tipo de “jejum” de vez em quando. No entanto, nao sou grande apologista porque acredito que se mantivermos uma alimentaçao equilibrada a maior parte do tempo, nao precisamos de fazer “Intermittent Fasting” para melhorar a forma como nos sentimos.

      Melhores cumprimentos,

      Pedro Correia

      • Por acaso o protocolo que li era o Eat-Stop-Eat (fácil de encontrar com uma pesquisa avançada por .pdf no Google).

        Concordo, é uma abordagem deveras radical aos fundamentos ditos habituais da nutrição. No entanto, algumas pessoas que decidiram seguir este protocolo revelaram-se bastante satisfeitos e surpreendidos. É uma espécie de “reset” semanal ao sistema digestivo.

        Obrigado pela resposta!

        Cumps
        Rui

  5. Informo que o seu blog se encontra nos meus favoritos .
    Acho que isso chega para descrever a qualidade do mesmo .
    Abraço e continuação de um excelente trabalho .

  6. Olá Pedro,
    Apenas lamento não ter conhecido o teu Blog mais cedo. Agradeço o amor, a entrega e a dedicação que imprimes no teu trabalho. O resultado está à vista e resulta, para nós profissionais, em mais uma ferramenta obrigatória de consulta.
    Continua o bom trabalho!

  7. Olá Pedro,

    Desde já muitos parabéns por toda a informação e conhecimento que partilhas aqui. Sou um adepto de todos os temas que abordas aqui, desde o treino, nutrição, saúde, etc. Comecei a seguir o teu blog à umas semanas, já li quase todos os artigos e gostei muito de todo. Vou tentar por em prática algumas dicas que apresentas aqui.

    Tenho algumas questões que colocarei em breve…

    Muito obrigado.

    Abraço

  8. Olá Pedro

    Já nao me lembro como descobri o teu blog mas foi a melhor coisa que me podia ter acontecido agora, neste momento. Mesmo no momento certo, pois estou no último ano da minha Licenciatura em Ciências do Desporto na UTAD, no ramo de Actividades de Academias e Prescriçao de Exercício Físico. Este blog tem sido fundamental para mim neste semestre, pois tornei-me mais crítica em relaçao aos conceitos e situaçoes da nossa área e, claro, adquiri mais conhecimentos.

    Em 3 semanas li todos os teus artigos e adorei. Concordo contigo e já nao me sinto tao “burra” em determinados assuntos. Estou prestes a entrar no dito mercado de trabalho e vou fazer de tudo para tentar mudar, nem que seja um bocadinho, a mentalidade da nossa populaçao. Esta funçao cabe-nos a nós, visto que existem tantos mitos e tantos problemas que se tornam graves na vida das pessoas.

    Estive a ler o post “Sobre mim” e as formaçoes que tiraste fora interessam-me também. Vou pesquisar… Gostaria de trabalhar na área de reabilitaçao e prevençao de lesoes através da massagem e reforço muscular. Sou massagista há 4 anos e já tenho bases mas nao chega e vou tirar mais formaçoes.

    Bem já me estou a alongar…

    Muito obrigada e continua a escrever, pois “estás” nos meus favoritos hehe

    Parabéns e os melhores cumprimentos

  9. Boa noite. Só há poucos dias é que conheci o seu blog, e tenho desde então a ler os seus artigos.

    Na minha opinião está a fazer um excelente trabalho, e espero que assim continue.

    Apesar de não ser formado em nenhuma área de desporto ou nutrição, gostaria de trocar/discutir ideias.
    também gostaria de obter a sua ajuda, para tentar mostrar à minha esposa que alimentação que ela tem não é a melhor, pois ela diz que come de tudo, e que não engorda, e já lhe tentei mostrar, que ela não engorda, mas que lhe podem aparecer doenças. Ela tem dois quistos, e já lhe tentei mostrar, com artigos, que com a alimentação paleo ou low carb, os quistos podem reduzir ou até desaparecer, mas infelizmente ela não quer saber, acho que aqui se aplica o provérbio “pior cego não é aquele que não vê, mas sim aquele que não quer ver”, e já não sei o que mais fazer, para ela entender, que deve mudar de alimentação .

    Desejo-lhe um bom natal e boas entradas

    Com os melhores cumprimentos,
    Dinis Santos

  10. Olá Pedro,
    Muito obrigada pelo grande e excelente trabalho. É de facto muito importante deste lado, tudo o que aqui é transmitido e como é transmitido. Estamos sempre a aprender e é incrível o que descobrimos!
    Votos de um excelente Ano e continuação de um excelente trabalho! Muita força!
    Muito obrigada pela inspiração e motivação!
    E, com a nossa forma de pensar e viver, todos os dias penso nisto:
    “Aqueles que pensam que não têm tempo para fazer exercício físico, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença.”
    Edward Stanley, Earl of Derby (1873)
    Mariana Santos

  11. Olá Pedro!

    Licenciei-me em Ciências da Nutrição há relativamente pouco tempo e ainda tenho muito para aprender, tendo um gosto particular pela nutrição funcional que, ainda estou a começar a explorar. Infelizmente a população com a qual trabalho é pouco colaborante no que toca a esta vertente dietética, mas não perco a esperança.
    Gostava de saber se no teu blog tens algo sobre a origem das aftas. Já ouvi dizer que pode ter a ver com a questão alimentar, mas gostava de saber a tua opinião e se tem alguma coisa a ver, será que há alimentos específicos que as podem provocar?

    Cumprimentos,
    Joana

  12. Caro Pedro, chamo-me Diego.
    Antes de mais, eu e minha namorada acompanhamos o seu blog já há bastante tempo. Somos mesmo fãs!! Parabéns pelo excelente trabalho.🙂
    O motivo da minha mensagem é para lhe perguntar se tens algum artigo em seu Blog ou algo que possa dizer com relação ao seguinte assunto: há muito tempo se fala sobre a zona de fat burn (entre 70% a 85% do frequência máxima). Todas as passadeiras e máquinas de cardio dos Ginásios têm isso afixado. Entretanto com os treinos HIT e Cross fit cada vez mais na moda, e com estudos a mostrar que estes são mais eficientes para queima de gordura, pergunto se essa suposta zona de Fat burn deve mesmo ser levada em consideração ou se frequências cardíacas muito mais elevadas em treinos intervalados são mais eficientes para este efeito (Sempre ouvi falar que frequências cardíacas muito elevadas geravam respiração anaeróbica e consequentemente produção de ácido lático, prejudicial à performance muscular). Sei que tens vários artigos que mostram que diversos elementos entre os quais maiores percentuais de músculo na composição corporal fazem toda a diferença ao longo do dia, principalmente pela capacidade dos mesmos de elevar a taxa metabólica basal. Entretanto no que se trata de treinos focados na queima de gordura, que tipo de faixa de frequência cardíaca ou o elemento que julgar pertinente ser abordado, consideras a melhor opção? MUITO OBRIGADO!

  13. Olá Pedro,

    Creio que tens virus no teu site. Quando tentei visitar surge-me um falso aviso para instalar o Adobe Flash.

    Abraço e espero ter sido útil / David

  14. Que lufada de ar fresco ver tão lúcido discernimento do corpo humano e seu movimento associado! Ora aqui está um rapaz que concluiu o curso de Educação física e Desporto e também aprendeu alguma coisa! (Normalmente apenas o 1º acontece). Sendo também possuidor do curso de Motricidade Humana, fico completamente destroçado ao ver “artistas” a brincar ao fitness e CrossFitismo! Por vezes duvidando mas sempre firme das minhas crenças (o tal conhecimento que me foi passado no curso), interrogo-me com “a pergunta que me deixa louco: louco sou eu ou são os outros?” – Einstein. Os meus parabéns e continuação de bom trabalho! TOP!!

  15. Olá Pedro!
    Parabéns pelo excelente blog, com a informaçao fundamentada cientificamente. Gostaria que me aconselhasse alguns nutricionistas funcionais na zona do Porto, se conhecer.
    Obrigada

  16. Olá Pedro. Parabéns pelo Blog. Queria partilhar uma curiosidade, e expor duas dúvidas. Conheço uma pessoa que desenvolveu uma alergia ao sol, enquanto estava a fazer Atkins, quando mudou de dieta a sua alergia desapareceu.
    Hipervitaminose?.
    Outra coisa que me intriga é o Fígado. Parece que queijo e alimentos “gordurosos” não fazem lá muito bem.
    Gostaria das tuas impressões .
    Cpts

  17. Bom dia prof. Pedro

    Pretendia criar um blog, sobre karate, e de um estilo em particular. Cria também criar uma zona nesse mesmo blog onde poria exercicios mais adequados ao karate, ou melhor, como aquecer, ganhar equilibrio, força, explosao, poliometria, etc e queria perguntar se posso nesse blog referencia-lo, quer em artigos, como nas opinioes e no proprio blog (por links para este blog de forma as pessoas também poderem partilhar).

    Agradeço desde ja a atenção.
    Cumprimentos e continue com este excelente trabalho.

  18. Boa Tarde prof Pedro

    O blog já tá a ganhar forma, já tem alguns conteúdos e já fiz referência ao artigo do Core. Com certeza irei fazer mais referência a este blog que é TOP (e se não houver problema).
    Se quiser dar uma olhadela, ou até deixar alguma sugestão de melhoramento esteja à vontade.
    link: http://karate-wado-ryu8.webnode.pt/

    Continue com este maravilhoso trabalho, que me serviu também de inspiração para fazer o meu também.
    Um abraço

    João Santos

  19. Bom dia

    Espero que não me tivesse levado a mal pelo comentário de ontem, mas estou entusiasmado com a construção do blog🙂

    Cumprimentos
    João Santos

  20. Bom dia prof. Pedro

    Sou leitora do seu blog há já algum tempo, e adoro os seus artigos, e algumas respostas.
    É a primeira vez que vejo alguém a fazer um trabalho como este, simplesmente espetacular.
    Queria fazer duas perguntinhas:
    1ª – Para quando um post sobre como ganhar equilíbrio, poliometria, etc (do género exercícios funcionais).
    2ª – A lista que tem que se intitula blogroll, são sites com mais informação?

    Sei que o tempo é pouco, e que há muita coisa a fazer. Vi o blog indicado da resposta anterior, o que acha (é só um aparte)?

    Desde já agradeço a atenção

  21. Boa tarde prof Pedro

    Venho só deixar uma sugestão. Para quando fazer um post sobre diferenças entre fibras musculares, diferenças entre tónus e massa muscular, isto porque pelos diferentes post onde há um conjunto de dúvidas (nem sempre respondidas),e se calhar em vez de estar a responder uma a uma, fazia um post e pronto já ficava. Atenção que ao estou a criticar de forma alguma o trabalho aqui apresentado, é simplesmente fantásticos e desmistificar determinados mitos que teimam em persistir, porque há de facto um sem número de profissionais, que ainda estão, agarrados ao que aprenderam, e não querem/podem evoluir.
    Continue com este excelente trabalho, que conheci há relativamente pouco tempo.
    Cumprimentos

  22. Em termos de nutrição vejo que segue muito os ideais de uma pessoa que nos últimos tempos tem “roubado” grande parte da minha atenção no YouTube e ao qual aconselho a “perderem” um pouco do vosso tempo a ouvi-lo.
    Dr. Lair Ribeiro.

  23. Olá Pedro
    Me chamo Horácio, fui atleta da modalidade de Levantamento de Peso Olímpico durante 15 anos. Hoje me dedico a ser coach do esporte e dou aulas para os principais atletas de Crossfit, entusiastas e desportistas do Brasil

    Gostei do seu artigo e queria saber como esta o desenvolvimento do esporte em Portugal. Até quem sabe fazer um intercâmbio para a troca de conhecimento.

    Desde já agradeço.

  24. Boa tarde Prof. Pedro,

    Foi com muito interesse que li o seu artigo “As Novas Regras para Treinar os Abdominais e o Core”. Intereso-me bastante por alimentação funcional há alguns anos e também por fisiologia do movimento. Embora não tenha nenhuma formação de base na área parece-me óbvio que a qualidade do que comemos e como o fazemos, bem como a qualidade e especificidade dos execrícios que fazemos (ou não fazemos) são fundamentais para a nossa saúde.
    Também procuro muita informação e leio bastante porque a minha filha faz treinos muito intensivos e tento estar informada para orientá-la o mais possível, até porque tem sido difícil encontrar especialistas em Portugal na área do treino ou alimentação funcional e vejo ainda uma visão muito “clássica” de encarar o desporto e a indicação alimentar para o mesmo.
    A minha filha estuda ballet clássico e neste momento tem aulas de dança (clássica, contemporânea e alguma preparação física) das 14h30 às 22h de 2ª a 6ª, das 9h às 20h30 ao Sábado e 14h00-18h ao Domingo. Nas manhãs semanais entra às 8h35 na escola onde está a fazer o 12º ano. Tenho tentado ajudá-la a planear um regime alimentar que a ajude (porque anda muito cansada) e também me preocupa que não tenha mais preparação física antes das aulas de dança. Actualmente os professores dizem-lhe que precisa de ganhar força e que parece débil e eu penso que, para al´´em do cansaço, também a alimentação poderá não estar a ajudar, bem como ela ter feito uma “lesão” no psoas que ainda não está curada e pode estar a prejudicar tudo o resto.
    Não sei se faz atendimento presencial mas gostaria muito de ter a opinião de alguém que realmente tivesse um olhar integrado sobre exercício e alimentação e que me/a pudesse ajudar. Preocupa-me quais possam ser as consequências na saúde e vida dela no futuro e gostaria que fosse acompanhada por alguém que a ajudasse.

    Agradeço a atenção e conselho,
    Irene Aparício

  25. Boa tarde prof Pedro

    Venho só fazer uma pequenina questão, fiz um blog sobre karate, e na altura perguntei se podia, referenciá-lo, e o prof Pedro disse que sim, venho perguntar se também é possível, fazer referencia aos estudos.

    Obrigado pela atenção e continue com este trabalho

  26. Boa tarde

    Não querendo desrespeitar o seu trabalho desenvolvido no blog mas por vezes há certas dúvidas que não são respondidas. Bem sei que não é o seu trabalho, e compreendo que se torne bastante chato, estarem a fazer certas perguntas repetitivas. Estou com este discurso, porque vi determinadas perguntas, que não obtiveram resposta, mas se compilasse determinadas perguntas semelhantes, ou que se pudessem responder num post a maior parte delas, se calhar, as perguntas a determinados post diminuía.
    Atenção que não estou a criticar, estou a dar uma ideia, pois acho que desenvolve aqui um trabalho bestial.

  27. Boa noite prof Pedro

    Antes de mais queria dizer-lhe que é um excelente blog.
    Após ter visto bastantes perguntas sem resposta, e eu próprio ter determinadas dúvidas, em vez de po-las todas separadas, achei por bem compilá-las todas aqui, espero que não leve a mal,. Também sei que este não é o seu trabalho, e que faz isto por gosto.
    Portanro aqui vão as questões:

    1 – o treino de resistencia metabolico e o hiit diferem em quê? É que parecem semelhantes.

    2 – o epoc significa que há um excesso de consumo de oxigénio. Explicaram-me por traços gerais que o epoc faz o corpo entrar no metabolismo aeróbio, e isso fazia queimar gordura.

    E por agora sao só esras duas questões.
    Cumprimentos

    • Olá António,

      1 – O treino de resistência metabólico (MRT) é um tipo de treino que emergiu do HIIT através da utilização de cargas externas (pesos, barras, KB’s, etc). No MRT utilizam-se movimentos compostos (agachamentos, remadas, swings, etc.) enquanto que no HIIT a sua abordagem tradicional cinje-se à utilização de intervalos na passadeira ou cicloergómetro, que podem ir desde os 10 segundos (intensidades máximas) aos 4 minutos de trabalho (intensidades submáximas) http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23832851.
      2 – O EPOC (exercise post oxygen consumption) é a energia dispendida pelo nosso corpo para voltar ao estado normal, ou seja, quanto maior a intensidade do treino, maior o EPOC e a consequente queima de calorias em repouso. A partir do momento que estamos em repouso é o sistema oxidativo (aeróbio) o sistema energético que o nosso corpo utiliza.

      Cumprimentos.

  28. Boa noite prof Pedro

    Só uma pequenina pergunta:
    Na última resposta, diz que o HIIT (modelo tradicional), é feito na passadeira, cicloergometro, mas não poderei fazer exercicios com o peso do corpo por exemplo burppes ou saltos joelhos ao peito, ou skippinh explosivo ou flexões?

    Cumprimentos, e um bom ano.

  29. Bom dia prof Pedro

    Tenjo uma pergunta, que não tem um post proprio.
    Faço desportos de combate, e durante o aquecimento a pessoa que estava a dar o aquecimento mandou fazer pescoçais, ou seja, deitadoa no chao e depois faziamos flexão da cabeça para cima e para baixo, e depois rotação da mesma, para a esquerda e para a direita. A ideia era trabalhar os musculos do pescoço. Tem lógica ou ha exercicios melhores?

    Cumprimentos

  30. Bom dia

    Vi num post, uma equações sobre o VO2 máx, a minha pergunta é: há alguma tabela, ou se me podia dizer, onde encontro uma relação entre o VO2 máx e a frequência cardíaca.

    Cumprimentos

  31. Boa tarse prof Pedro

    Queria apenas perguntar se existe algum site, onde tenha apenas alimentos (bons) com hidratos, (tipo batata doce, por exemplo).
    Cumprimentos.

  32. Boa tarde prof Pedro

    Tenho duas perguntas.
    1º – Qual a sua opinião sobre a manteiga de amendoim (se é boa, se é igual à de amêndoa).
    2º – se me podia indicar um site com exercícios funcionais (com materiais tipo fitball, bola medicinal, etc)
    Desde já grato pela atenção

    Paulo Gonçalves

  33. Bom dia prof Pedro

    Conheci o seu blog, por intermédio de um amigo, e pelo pouco que li, é de se lhe tirar o chapéu. O meu amigo disse e tinha razão “é uma bíblia online” (estou certa de que já lhe deram os parabéns mais variados🙂 ).
    Ando no ginásio, e ouvi o professora falar de um tipo de treino, em circuito, mas era para ganhar massa muscular e/ou força, o que eu tinha conhecimento era para queimar gordura.
    O instrutor disse que o treino consistia, em duas coisas:
    1- o primeiro treino consiste em fazer os três maiores grupos musculares (pernas, peito e costas), o segundo os restantes. Dois exercícios por grupo e entre 3 a 5 séries de 10.
    2 – a carga deveria andar entre os 75% a 85% de uma RM, com cerca de 60 a 90 segundos de descanso
    Resumindo, por exemplo, segunda seria pernas, peito e costas, terça os restantes, quarta descanso, quinta igual ao primeiro e sexta igual ao segundo.
    A minha pergunta é se isto é correto ou será que se muda alguma coisa?
    Peço desde já desculpa se está respondido em alguma parte, mas como só li dois artigos não encontrei.
    Desde já agradeço a atenção

    Cumprimentos e continue com este excelente trabalho.

    Joana Vilas Boas

  34. ola companheiro Pedro,
    com muito gosto irei ser repetitivo ao afirmar de que o teu percurso desde que saiste da fantastica ilha tem sido sempre a roçar a perfeição e com tudo isto desejo as melhores felicidades no teu caminho que tens percorrido. Da minha parte e como antigo colega do curso de desporto e por estar ligado à natação, gostaria que pudesses recomendar exercicios para melhorar e solidificar a parte fisica de um nadador, desde a tenra idade (cadete) ate ao escalão de sénior. um abraço, bem haja amigo.
    Bruno PESTANA (curso E.Fisica, posterior ao teu

  35. Boa tarde prof Pedro

    Antes de mais quero felicitá-lo por este trabalho magnífico, já devo ter lido todos os artigos duas vezes e ainda assim aprendo qualquer coisa nova🙂
    Só queria fazer duas perguntas, que são mais tira teimas que outra coisa.
    1º – as elevações laterais (para deltoide), trabalha o ombro todo com maior foco no deltoide medial, ou é só mesmo o deltoide medial?

    2º – vi, no ginásio, um individuo a fazer deltoide posterior da seguinte forma:
    segurar dois halteres, e mandava os braços para trás (o oposto das elevações frontais com halter), também resulta?

    Desde já agrdeço a atenção dispensada
    Com os melhores cumprimentos

    Marco Silva

      • Boa noite

        Eu acho que já vi algo parecido, que o Marco fala, a posição é igual, às elevações laterais, só que fazemos extensão do braço ( braço sempre esticado e corpo direito), para trabalhar deltoide posterior.

  36. Bom dia prof Pedro

    Estava a vaguear pelo seu blog e deparei-me com esta segunda questão, que realmente, a pergunta é confusa. Eu acho que a pergunta é igual à imagem:

    https://www.google.pt/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fdicasdemusculacao.org%2Fwp-content%2Fuploads%2Fextensao-de-ombro-no-banco-deitado.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Fdicasdemusculacao.org%2Faprenda-dicas-para-treinar-ombros-com-maior-eficacia%2F&docid=LXpfMovKkbppOM&tbnid=zqG-9IY7qC1fQM%3A&w=500&h=388&ved=0ahUKEwjh2Lfr7_7LAhUEmBoKHVVwC3YQMwhsKEYwRg&iact=mrc&uact=8

    só que em vez de estarmos deitados, estamos de pé e puxamos o braço para trás, levando os halteres para trás do corpo, com o braços esticados, isto para trabalhar deltoide posterior.
    Já agora o gémeo, é um músculo que requer mais peso, ou menos peso e mais reps (para hipertrofiar e ganhar força).

    Cumprimentos
    António Ribeiro

  37. Boa noite prof Pedro

    Só uma questão, embora saiba que não é o post correto, é sobre o oleo de palma (oi gordura de palma), já me disseram que era mau, mas em relação aos oleos disponiveis…
    Será que me ppdia dizer se realmente é mau?

    PS- sei que oleo de coco é melhor, mas onde moro é raro um supermercado tê-lo (acho que so vi uma vez).

    Cumprimentos
    Joana de Sousa

  38. Bom dia prof Pedro

    Decerto, que já lhe fizeram os mais variados elogios, mas digo que é simplesmente espectacular.
    tenho, no entanto, algumas perguntas sobre os mais variados post, e em vez se estar a pôr uma a uma, achei por bem pô-las aqui todas.
    Aqui vai:
    1 – num post sobre a corrida para perder peso (o qual eu concordo a 100%), li e achei simplesmente top (é só pena, alguns comentários). A minha pergunta é os indivíduos que fazem maratona são todos magros, tem a ver com a corrida ou será genético (não estou a criticar, é só por curiosidade)?

    2 – conhece o site bodybuilding.com? se sim acha que é bom?

    3 – este ponto é uma pergunta/pedido, será que posso usar o post dos benefícios de treino de força, para fazer uma espécie de “flyer” , para entregar às pessoas que não acreditam que esse tipo de treino é bom? Logicamente que faço referência ao seu blog, e aos estudos científicos.

    Desde já agradeço a atenção dispensada.
    Cumprimentos

    Manuel Freitas

    • Olá Manuel,

      Obrigado pelo comentário.

      1) Os indivíduos fazem a maratona porque são magros, ou seja, para eles conseguirem correr a maratona precisam de ser magros.
      2) Sim, conheço esse site e tem alguma informação relevante.
      3) Pode utilizar com certeza e agradeço o seu pedido.

      Com os melhores cumprimentos.

  39. Boa tarde prof Pedro

    Só duas pequenas questões:
    1- é verdade que os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do nosso corpo?
    2- é verdade que alguns hidratos de carbono tem também uma função estrutural?

    Cumprimentos
    Joaquim Telo

  40. Boa noite prof Pedro

    Tenho duas pequenas dúvidas, que teria que separar em dois ppst diferentes e achei melhor por aqui.
    A primeira é se os iogurtes com aromas são bons como os naturais ou não.
    A segunda, se a elevação do quadril invertida, é bom(seguro para a coluna) para trabalhar o lombar.

    Cumprimentos
    Rita Morgado

  41. Boa tarde prof Pedro

    Antes de mais queria felicitá-lo por este blog.
    Tenho uma questão, que para a qual já me deram respostas diferentes.
    As dores sentidas, provenientes de um treino de força ou hipertrofia, são boas ou más?
    Já me deram as duas respostas, ou seja, eram boas porque indicava que o corpo ainda não se adaptou ao treino, e por isso havia ganhos, mas houve quem me dissesse que eram más, pois se doi é porque o tipo de treino/peso era exagerado e era uma forma do corpo se manifestar.
    Ora em que ficamos, é bom ou mau?

    Desde já agradeço a atenção.
    Cumprimentos.

  42. Bom dia prof Pedro

    Sei que não é o sitio correto, mas queria saber, num treino de força, quanto tempo se descansa entre séries? 3 minutos, 4 minutos ou mais tempo?
    Já agora no sistema drop set 1 minuto chega?

    Cumprimentos
    Paulo Machado

  43. Boa tarde

    Tenho uma questão, que não está relacionada com nenhum post em particular.
    A questão é se o café ajuda no treino de musculação ( e nos outros), se sim deve-se tomar antes, depois, quanto tempo para fazer efeito, etc

    Desde já agradeço a atenção dispensada
    Gonçalo Silva

  44. Boa Noite prof Pedro

    Queria colocar duas pequenas questões:
    1ª – um exercicio de pernas para “alargar” as mesmas, semper que eu olho ao espelho na parte exterior das pernas (zona da fascia lata).
    2ª – um exercicio para o psoas-iliaco.

    Desde já grato pela atenção
    João Ribeiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s