Ainda pensa que o Leite é um alimento saudável?

703milk

Acne, asma, osteoporose, cancro, obesidade, diabetes tipo II, infeções, doença cardíaca, diarreia, vómitos, cólicas, inflamação no intestino, alergias, doenças de pele, doença de parkinson, esclerose múltipla, diabetes tipo I, artrite reumatóide, estas são “apenas” algumas doenças e complicações que podem estar associadas ao consumo regular de leite.

Já tinha falado há uns tempos atrás aqui no blog nos efeitos nefastos do leite na nossa saúde e nas declarações irresponsáveis do Diretor do programa de Alimentação Saudável da Direção Geral de Saúde, Pedro Graça, quando abordou este tema, no início do ano.

No outro dia, tive conhecimento deste documentário sobre a indústria do leite e de todo o negócio que existe à volta do leite. Isto serve para contextualizar a necessidade governamental de se querer vender o leite que nós conhecemos (e que encontramos às centenas nos supermercados) como um alimento essencial.

O documentário, originário dos EUA, tem alguns segmentos divertidos, outros mais americanizados (e por isso menos interessantes e mais estúpidos), mas está legendado em castelhano e, por enquanto, está disponível de forma gratuita.

De qualquer forma acho que vale a pena ver, principalmente para aqueles que preferem aprender algo num formato mais leve. Penso que depois de ver este documentário, vai perceber (se é que ainda não percebeu) porquê que o “tradicional” hábito saudável de beber leite todos os dias, em vez de nos ajudar a aumentar a esperança de vida (conforme advogam os falsos especialistas da área da saúde), tem o efeito completamente oposto – aumentar o risco de doença e morte.

Há algumas coisas que não concordo e que não correspondem à evidência, quando abordam a questão das gorduras saturadas e do colesterol, mas é preciso perceber que o documentário é sobre o leite e não sobre as gorduras saturadas e o colesterol.

Ainda em relação ao documentário, foi interessante constatar que no painel dos investigadores, estava o Dr. Colin Campbell, o autor do famoso Estudo da China, um estudo epidemiológico que durou 20 anos. Para quem não sabe, as descobertas do Estudo da China foram usadas como prova de que todos os produtos animais têm efeitos adversos para a saúde (com maior incidência de doenças) e que a alimentação humana deveria ser à base de plantas. Muitos vegetarianos ainda se refugiam nas conclusões deste estudo para justificar as suas opções alimentares mais saudáveis. O problema é que estas conclusões tinham falhas e muitas das suas supostas descobertas se deveram à interpretação seletiva dos dados. Felizmente, tivemos uma pessoa que analisou os dados de Campbell, e, ao verificar que haviam demasiadas imprecisões, tornou a sua análise pública num blog que iniciou em 2010 (rawfoodsos). Essa pessoa chama-se Denise Minger e o mais interessante é que ela própria  foi vegetariana / vegan durante mais de uma década. Podem ver todos os factos aqui.

Se acham (como eu) que este tipo de informação é útil e do interesse geral, partilhem com os vossos amigos, familiares, conhecidos e todos os profissionais de saúde. Pode ser que assim consigamos iluminar mais algumas mentes. O nosso mundo e país precisam disso.

Até breve!

10 thoughts on “Ainda pensa que o Leite é um alimento saudável?

  1. “O documentário, originário dos EUA, tem alguns segmentos divertidos, outros mais americanizados (e por isso menos interessantes e mais estúpidos)” …
    …este tipo de comentários não te dignificam nada, e só te tiram credibilidade, o americanizar é desinteressante e estúpido ?

  2. Olá Pedro. Muitos parabéns por este blog. Descobri hoje e é sem dúvida dos sites mais informativos e úteis que vi nos últimos tempos.
    Quanto a este post, recomenda-se então que se deixe totalmente de consumir leite e os seus derivados (manteiga, iogurtes, natas, queijo…)? Deixar de consumir produtos lácteos provoca alguma deficiência de nutrientes q deve ser compensada com outros alimentos ou não há qualquer problema?
    Obrigado!

  3. Correia,
    como diz um dos protagonistas do documentário, “You’re f*****g educating me…”!
    Eu que gosto de “aprender algo num formato mais leve” confesso que tenho ficado algo confuso com alguns dos teus posts…
    Uma dúvida, já que hoje em dia quase todos os alimentos são adulterados e inevitavelmente têm algumas desvantagens (a carne, o peixe, o leite, o pão e até os próprios vegetais…), o que consumir?🙂

    • Caro Diogo,

      Acredito que sim, eu também fico surpreendido com a quantidade de desinformação com que somos bombardeados todos os dias. Para quem não é da área ainda fica mais dificil perceber. Mas respondendo à tua pergunta, é verdade que muitos alimentos não têm a qualidade que deveriam ter ou que tinham há mais tempo atrás nos tempos dos nossos avós, no entanto, existem sempre opções melhores que outras. E a regra base a seguir, para prevenir doenças, é evitar os alimentos processados (massas, pão, cereais, leite, croissants, bolachas, etc.) e optar por consumir mais alimentos frescos (carne, peixe, frango, verduras, frutas).

      Se quiseres informar-te um pouco melhor sobre o que consumir e sobre algumas mentiras em torno da Nutrição e Saúde, penso que este artigo, apesar de longo, está escrito num formato relativamente leve e acessível. Pelo menos foi esse o objetivo. Um abraço.

      https://pedrocorreiatraining.wordpress.com/2012/03/20/7-mentiras-sobre-nutricao-que-estao-a-tornar-as-pessoas-mais-gordas-e-doentes/

  4. Olá Pedro! Que artigo controverso!
    Concordo que os media passam uma imagem sobre o leite algo exagerada, “quanto mais leite melhor” ou “ quem não beber leite vai ter osteoporose” foi sempre o que passou para mim na minha adolescência .. Contudo não concordo também com alguns pontos deste documentário:

    -Ingestão de leite “rouba cálcio dos ossos”. O aspeto aqui essencial julgo que seja a acidez da dieta em geral e não a do leite especificamente. Penso que está de facto provado que a acidose sanguínea cronica induzida pela dieta pode “roubar” cálcio aos ossos (para produzir carbonato de cálcio como solução tampão). Contudo aqui acho que a chave é consumir alimentos que contrariem essa acidez, como os vegetais e frutas, senão nao seria prejudicial consumir qualquer proteína animal (carne e peixe são os alimentos com maior carga acida se não me engano)?
    Será o leite uma má fonte de cálcio? Não sei, se calhar não é a fonte com mais disponibilidade mas é de certeza uma das mais práticas!
    -Leite a grande causa da obesidade na América? Pareceu-me aqui algum exagero no documentário, não serão outros fatores como o sedentarismo, excesso de consumo de açúcar ou fast food mais importantes aqui?
    -Leite e cancro. Pelo que sei o consumo de leite (em excesso?) pode potenciar o desenvolvimento de alguns cancros, porém penso que também pode ser protetor em relação a outros. Mais preocupante talvez sejam as hormonas e antibióticos (problema comum também a outras indústrias como a da carne, serão os produtos biológicos solução para este problema?) e os fatores insulínicos etc

    Por fim será assim tao prejudicial uma pessoa que tolere a lactose beber leite biológico? Na minha opinião não desde com moderação como em tudo..
    Parabéns pelo blog!
    Cumprimentos

  5. Quando este estudo se refere ao leite também se refere por exemplo ao leite de soja?
    já praí a 1 ano que nao bebo leite de vaca pois ja sabia que não fazia bem a saúde, até porque mais nenhum mamífero em adulto o consome, mas também surgiram noticia que a soja, ou seja o leito de soja fazia mal à saúde… e fiquei um bocado confuso sobre o que seria a melhor escolha… aguardo uma comentário seu (:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s